41 milhões que tiveram auxílio emergencial negado já podem recorrer para receber os R$ 600,00


O Ministério da Cidadania e a Defensoria Pública da União (DPU) firmaram uma parceria, nessa semana (16), que vai ajudar quem teve o pedido de auxílio emergencial negado. 

A partir de segunda-feira, dia 22 de junho, essas pessoas podem entrar com pedido de contestação do resultado por meio da Defensoria local do auxílio emergencial.

É necessário ter em mãos documentos que comprovem que a pessoa está apta a receber o recurso. O governo federal estima que, com a ação, será possível solucionar o caso desses cidadãos por meio administrativo, sem ser necessário o processo de judicialização.

Como recorrer para receber os R$600,00

São 70 unidades da DPU que atendem moradores de 1.830 cidades brasileiras - encontre o contato de cada unidade no site: https://www.dpu.def.br.